Serra Catarinense: principais cidades para visitar no verão

A Serra Catarinense é um dos destinos mais procurados pelos turistas durante o inverno. Por ser a região mais fria do Brasil, é o programa perfeito para quem deseja se divertir com as temperaturas abaixo de zero. As paisagens branquinhas, geadas e a neve são as grandes atrações nesta época. No entanto, o turismo na serra não se resume ao inverno. Os cenários são igualmente encantadores mesmo no verão, quando as temperaturas ficam mais elevadas.

Que tal aproveitar para subir a serra e conhecer os pontos turísticos com outras cores? No post de hoje reunimos as principais cidades da serra catarinense para visitar no verão. Confira nossas dicas:

BOM JARDIM DA SERRA

Bom Jardim da Serra é a porta de entrada da Serra Catarinense. As belezas naturais da região impressionam, com rios, cachoeiras e vertiginosos cânions. Um verdadeiro espetáculo da natureza. Bom Jardim da Serra faz limite com o município de Lauro Muller, onde está localizada a Serra do Rio do Rastro, também conhecida como Serra dos Doze, um dos cartões postais de Santa Catarina. Subir a serra é um verdadeiro espetáculo.

– Mirante da Serra do Rio do Rastro: o mirante é ponto obrigatório de parada para contemplar a vista espetacular da Serra do Rio do Rastro e de toda a planície litorânea. O local possui amplo estacionamento e infraestrutura com banheiros, locais com venda de comida e lembrancinhas. A localização do mirante fica a 11 Km do centro de Bom Jardim da Serra.

SÃO JOAQUIM

Neve, maçãs e vinho são os ingredientes principais de São Joaquim. No verão, entre os meses de janeiro e abril, a grande atração local é a colheita da maçã. Nos pomares, os visitantes podem passear entre as macieiras, participar da colheita e entender como funciona o cultivo da fruta.  Ao final, pesa e paga pelas maçãs que colheu.

São Joaquim também se tornou rota dos enoturistas. Alguns de seus vinhos e espumantes são premiados nacional e internacionalmente. Confira algumas das vinícolas que merecem a sua visita:

– Villa Francioni: a Villa Francioni é uma das vinícolas mais visitadas no Estado, não apenas pelas belezas naturais da serra, mas por abrigar, também, uma bela Galeria de Arte. A Vinícola produz vinhos em três linhas de produtos: Aparados, Joaquim e VF, que resultam, por ano, em mais de 150 mil garrafas entre espumantes, vinhos brancos, tintos, roses, além dos vinhos de sobremesa.

– Villaggio Bassetti: a Villaggio Bassetti oferece aos turistas degustação orientada com visitação aos vinhedos e etapas da elaboração de seus vinhos. Também oferece passeio de bicicleta pelos vinhedos com degustação durante e após a pedalada.

– Vinhedos do Monte Agudo: curtir o pôr do sol dos Vinhedos do Monte Agudo é uma experiência inesquecível e encantadora. Além da fantástica atração do anoitecer na Serra Catarinense, a Monte Agudo oferece refeições harmonizadas, degustação dos premiados vinhos da casa, tábua de frios e pães. É necessário agendar visita.

URUBICI

Com pouco mais de 10 mil habitantes, Urubici conta com paisagens espetaculares e é considerada uma das principais estrelas da Serra Catarinense. As atrações naturais do município são muito procuradas pelos adeptos do ecoturismo. Confira os pontos que não podem ficar de fora da sua visita a Urubici:

– Morro da Igreja: é o ponto habitado mais alto de toda a região sul do Brasil. São 1.822 metros de altitude, onde são registradas as temperaturas mais frias do país. A vista das montanhas, dos campos de altitude e da planície litorânea é espetacular, seja em dias de céu aberto ou mesmo quando um tapete de nuvens se forma abaixo do morro. Do seu topo é possível apreciar a Pedra Furada, escultura natural com uma “janela” de cerca de 30 m de circunferência, mais um cartão postal da Serra Catarinense.

– Cascata Véu de Noiva: a caminho do Morro da Igreja está mais um ponto turístico encantador. A Cascata Véu de noiva conta com 62 metros de queda suave e o paredão, que fica branquinho com a água, lembra justamente um véu de noiva. No inverno, com as temperaturas negativas, a cachoeira chega a congelar. No verão, o visual é igualmente impressionante e bonito. O local também oferece atrações como arvorismo, trilhas e tirolesa.

– Cachoeira do Avencal: é uma das maiores quedas d’água da região, com 100 metros de altura. Apreciar o cenário é realmente algo de tirar o fôlego. O local é utilizado para a prática de rapel, além da tirolesa de 200 metros que passa por cima da cachoeira.

– Serra do Corvo Branco: a serra liga Urubici a Grão Pará e conta com um visual impressionante, que começa na fenda que corta dois enormes paredões de pedra. A estrada é vertiginosa, revelando paisagens deslumbrantes. É importante redobrar a atenção, porque as curvas são fechadas e a estrada é estreita em muitos pontos. A vista compensa!

Os atrativos turísticos da Serra Catarinense são incríveis, não é mesmo? E o melhor é que você pode visitar toda a região enquanto se hospeda no Hotel Internacional Gravatal. O hotel está localizado em uma região privilegiada, de fácil acesso aos pontos turísticos mais visitados do estado. Confira as distâncias a partir do Hotel Internacional Gravatal:

Bom Jardim da Serra: 79 Km.

São Joaquim: 123 Km.

Urubici: 84 Km.

 

Venha curtir tudo isso e muito mais! Faça hoje mesmo a sua reserva no Hotel Internacional Gravatal!

 

Hotel Internacional Gravatal – Termas do Gravatal

De 24/12 a 27/12
Mínimo de 3 diárias
Diárias a partir de
Mascote Caco HIG

Indo embora
tão cedo?

Que tal você receber nossas
promoções em seu email?
Deixe seu contato e aproveite!